Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Mora

"Ler é sonhar pela mão de outrem." Fernando Pessoa

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Mora

"Ler é sonhar pela mão de outrem." Fernando Pessoa

Pequenos Escritores 02

PB Mora, 21.01.21

A DUENDE DAS LÁGRIMAS

Era uma vez um menino chamado João, ele tinha 6 anos e adorava brincar. Hoje era sábado, ou seja, ia brincar imenso.

A primeira coisa que ele fazia todos os dias era tomar o pequeno-almoço, mas era sempre cereais e ele disse:

       - Outra vez cereais? Eu quero torradas e chá agora!

       - Chega! Não quero ouvir mais isso! - disse a mãe do João furiosa.

       Então quando a mãe do João saiu da cozinha, o João começou chorar, mas uma das suas lágrimas caiu no chão e ela começou a crescer. Apareceu uma duende e o João perguntou:

       - Quem és tu?

       - Eu sou a duende das lágrimas e quero-te mostrar uma coisa no teu jardim. - respondeu a Duende das lágrimas.

       Então foram ao jardim da casa do João e lá havia uma porta que o João nunca tinha visto.

    Atrás daquela porta havia uma longa escada, quando acabaram de a descer viram um coração feito de lágrimas, mas ele estava pela metade e a duende das lágrimas disse:

       - Este coração é feito de lágrimas de arrependimento ou de alegria.

      Mas lá perto havia uma cabana e dentro dela tinha vários duendes a chorar. Eles choravam de tristeza.

      A duende das Lágrimas disse que aqueles duendes estavam tristes com o comportamento do João.

       Depois disso, voltaram lá para cima e a duende desapareceu.

     O João foi comer os cereais e chorou de arrependimento à mãe e foi assim que o João completou o coração das lágrimas.

Júlia.png

 

2 comentários

Comentar post